Nos Acompanhe !

Diante de tantos bons caminhos que a vida oferece, você já deve ter se questionado qual o seu lugar no mundo, não é mesmo?  Você sabia que a vida consagrada pode ser a resposta para o que você está procurando?

 

Chamados para amar

 

Quanto mais nos aproximamos de Deus, mais o Seu amor nos conduz à doação de nossa vida em favor dos outros.

Essa doação de vida pode ser em uma família, na educação dos filhos e nos serviços aos outros. Ela também pode acontecer em uma profissão que busca o bem comum, como na medicina, na política ou uma professora que dedica seu tempo, com amor, aos alunos.

Mas,  se você  está percorrendo um caminho que não te realiza ou sente que a vontade de Deus pode ser outra para sua vida, você pode ser chamado para uma vida consagrada.

 

O que é a vida consagrada?

 

“A Vida consagrada imita mais de perto, e perpetuamente representa na Igreja a forma de vida que Jesus, supremo consagrado e missionário do Pai para o seu Reino, abraçou e propôs aos discípulos que O seguiam” (Mensagem para a celebração do I Dia da Vida Consagrada)

Dessa maneira, um consagrado tem como objetivo principal imitar a vida de Jesus! E faz isso vivendo os conselhos evangélicos de castidade, pobreza e obediência.

A vida consagrada não isola a pessoa do mundo, e muito menos a faz estéril, pelo contrário, quem consagra sua vida a Deus, assume a missão da maternidade e paternidade espiritual, cuidando do povo que Deus lhe confiou.  

 

Como descobrir se sou chamado a vida consagrada? 

 

A vocação é um chamado pessoal e quem chama é Jesus. Por isso devemos estar próximos a Ele para entender melhor a Sua vontade. 

A vida de oração é o caminho para ouvir a voz do mestre que chama. Isto é frequentar os sacramentos, ir à santa missa, rezar o terço e buscar constantemente a intimidade com o Senhor. 

Um segundo passo é procurar uma direção espiritual e um orientador vocacional para

te ajudar a entender os sinais da vontade de Deus.  

Nunca um orientador deve dizer qual é a sua vocação, mas a função dele é ajudá-lo a refletir, a entender os sinais de Deus e a se preparar adequadamente para entrar em uma casa de formação. 

 

Há uma diversidade de carismas!

 

Boa parte das formas de vida consagrada são vinculadas a uma ordem ou instituto religioso. Mas com tantos carismas diferentes na Igreja, como saber qual eu devo me aproximar?

Primeiramente, o carisma de uma Ordem ou congregação é uma resposta específica ao chamado de Deus na vida religiosa. 

Afinal, um carisma é uma tradução do evangelho, uma maneira própria de viver os ensinamentos de Jesus dentro do chamado à vida religiosa. 

Dessa forma, é importante entender como Deus te chama, com seus dons e habilidades, a responder às necessidades da Igreja e do povo de Deus.

 

Não existe vida consagrada sem autoconhecimento 

 

“Conhecer-se a si mesmo é uma necessidade e um dever do qual ninguém pode subtrair-se. O homem tem necessidade de saber quem é. Não pode viver se não descobre que sentido tem sua vida. Arrisca-se a ser infeliz se não reconhecer sua dignidade” (Amarás o Senhor teu Deus – Amedeo Cencini )

Você já se perguntou o que mais te atrai na vivência de uma vida consagrada ?

É a doação aos pobres como os Franciscanos?  Você ama cuidar dos doentes como os Camilianos? Deseja entregar-se totalmente a vida interior e a contemplação como as Carmelitas?  Ou mesmo, como as Palotinas, seu desejo é reavivar a fé e reacender a caridade no mundo?

Responder a essas e outras perguntas é fundamental para entender quais os dons e qualidades que Deus te deu para servir e assim encontrar o lugar onde Ele chama você a estar. 

Por isso, o autoconhecimento é fundamental no processo de discernimento vocacional. Nenhuma habilidade nossa é vã, todas são presentes de Deus para nos colocarmos à disposição daqueles que mais precisam e assim fazer de nossa vida dom e serviço.

Por isso, quais são os dons que Deus te deu? 

 

Consagradas Palotinas

 

As irmãs palotinas são uma forma de vida consagrada. Assim dedicam a vida ao anúncio do Evangelho, às necessidades da Igreja e da sociedade. 

Seguindo os passos de seu fundador São Vicente Pallotti, cumprem o seu apostolado na educação, no atendimento às crianças, aos jovens, às famílias, aos enfermos, aos migrantes, nas pastorais paroquiais, missões em outros países e tantas outras atividades para a formação de apóstolos missionários para a Igreja.

E você, jovem, ficou curiosa para conhecer melhor a missão das Irmãs Palotinas? 

Entre em contato com o vocacional hoje mesmo e descubra a beleza de ser uma Palotina. 

 

Últimos adicionados

Por que Maria é chamada Esposa do Espírito Santo?

Pentecostes e o Carisma Palotino