O processo vocacional na Congregação das Irmãs do Apostolado Católico – Irmãs Palotinas, se dá inicialmente com um acompanhamento das jovens, a fim de ajudá-las a discernir a vocação.

Esse primeiro acompanhamento se dá de várias formas, de acordo com a realidade local. Pode acontecer através de encontros vocacionais na própria comunidade das Irmãs, na paróquia de origem das jovens, ou também por meio das redes sociais. Este processo não tem tempo determinado, cada jovem faz a sua caminhada e o discernimento vocacional é feito junto com a Irmã que acompanha o processo vocacional.

Aspirantado

Após o discernimento externo, a jovem que deseja fazer uma experiência para conhecer melhor e mais de perto a rotina e a vida das Irmãs, faz o pedido para ingressar ao aspirantado. Esta é a primeira etapa de formação junto à Congregação, que tem por objetivo dar continuidade ao acompanhamento vocacional. A diferença é que, agora, a jovem passa a residir com as Irmãs. Essa proximidade serve para confirmar na jovem a sua vocação e, ao mesmo tempo, proporcionar a ela a experiência da vida fraterna. O tempo de duração desta etapa depende da caminhada vocacional de cada jovem e se demonstra ressonância com as Constituições da Congregação.  

Postulantado

A segunda etapa formativa é o postulantado, onde a jovem dará continuidade ao processo vocacional. A Congregação nomeia uma Irmã formadora para acompanhar essa etapa, oferecendo-lhe meios para o seu conhecimento e conseguintemente no amadurecimento nos aspectos humanos, afetivos e espiritual e outros próprios para esse período.   Essa etapa, tem duração de 6 meses até 2 anos, de acordo com a necessidade, realidade formativa e a caminhada pessoal de cada formanda. 

Noviciado

A terceira etapa de formação é o noviciado, onde a jovem dá passos cada vez mais concretos rumo à Consagração e profissão dos conselhos evangélicos.  Este é um período mais longo, tem 2 anos de duração, sendo um canônico* e outro apostólico**. No noviciado, a jovem fortalece seu sim ao Senhor, conhece de maneira mais profunda os valores e as exigências da vida consagrada, tem a oportunidade de um maior aprofundamento na vida de oração e recebe uma formação mais intensa. É também o tempo de inteirar-se mais de perto do Carisma, Espiritualidade e Missão da Congregação. No final desse período, a noviça faz o pedido para fazer a profissão religiosa na Congregação, emitindo os votos de Castidade, Pobreza e Obediência, por um ano, consagrando-se a Deus à serviço da Igreja, tornando-se assim, uma Consagrada Palotina. 

Juniorato

Após a primeira Consagração Religiosa, os votos devem ser renovados ano a ano, a Irmã encontra-se na etapa de juniorato, na qual inicia o seu apostolado como consagrada Palotina. No Juniorato, poderá dar continuidade aos estudos acadêmicos e aprofundar cada vez mais o sentido de sua vocação e missão. Esta etapa pode durar entre 5 e 9 anos, segundo o direito canônico e as Constituições da Congregação. No fim deste período, ela realiza a profissão dos votos perpétuos.

*(Ano Canônico) Cân. 648 – §1. Para ser válido, o noviciado deve compreender doze meses a serem passados na própria comunidade do noviciado.

**(Ano Apostólico) – Cân. 648 – §2 – Para aperfeiçoar a formação das noviças, as constituições, além do tempo mencionado no § 1, podem estabelecer um ou vários períodos de experiência a serem passados fora da comunidade do noviciado.

EnglishPortugueseSpanish