• Comunidade “Espírito Santo” – Nova Mambone     

Apos 160 anos de fundação, nossa Congregação chega às terras moçambicanas. As Irmãs começaram a sua inserção em Moçambique, no dia 25 de Maio de 1998, em Nova Mambone, Distrito de Govuro, Província de Inhambane. As primeiras a  chegarem  foram as irmãs Aida da Silva Nunes, Cleiva Secretti e Vénera La Rosa, acompanhadas pelas Irs. Ivete Garlet, Superiora Geral e Josélia  Giuliani, Conselheira Geral. O Bispo de Inhambane, levou-as à Missão de Nova Mambone, em Govuro, para trabalhar junto com os Missionários da Consolata. 

As Irmãs se colocaram ao serviço da missão, dedicando-se na pastoral e nas obras educativas,  assumindo as comissões de Evangelização e Catequese, Juventude e Vocações, Educação e Promoção da mulher, Saúde e nutrição, Liturgia,  Justiça e Paz. Em 2014 por motivos de força maior a comunidade foi encerrada e as Irmãs foram transferidas para Inharrime.

  • Comunidade “Betânia” – Inharrime

Após 3 anos de missão em Nova Mambone, em 2001, a Congregação abre a segunda comunidade missionária em Moçambique. A comunidade recebeu o nome “Betânia”.

As irmãs logo procuraram conhecer, inserir-se e entrar na nova realidade, visitando as famílias na vila e nas comunidades do interior. Foram assumindo a catequese, ajudando na formação de animadores, catequistas, jovens e lideranças, participando de toda a vida da comunidade, acima de tudo, muito atentas a perceber os apelos de Deus nesta realidade. Em janeiro de 2004 ingressaram as 5 primeiras aspirantes.

Um tempo depois, viu-se a necessidade de construir uma casa de acolhimento para meninas, que foi inaugurada no dia 13 de dezembro de 2003. Inicialmente, usou-se para encontros de catequese, formação de lideranças, escola bíblica, encontros vocacionais e reforço escolar para crianças da primária, particularmente da 2ª classe. Depois, em fevereiro de 2006, passou a ser casa de formação e internato de meninas. 

O carisma palotino lançou raízes nesta terra e está dando frutos. Em 2010 a Congregação teve a bênção da primeira Irmã Palotina Moçambicana. No dia 25 de Março, na Paróquia de São Maximiliano Maria Kolbe de Inharrime, Ir. Cristina Zibia Bato fez sua Primeira Consagração Religiosa. Outras jovens continuam seus passos, fazendo o processo de discernimento vocacional e a caminhada formativa.

Preocupadas com a autossustentabilidade e o futuro da congregação em Moçambique e atentas aos apelos das famílias de Inharrime, entre 2011 e 2012, começaram a sonhar com uma obra que atendesse as crianças em idade pré-escolar. Em maio de 2012 fez-se a abertura oficial da “Escolinha Mãe do Divino Amor”, que iniciou com um grupo de crianças na sala do “reforço” da casa de formação. 

  • Comunidade “Jesus Bom Mestre” – Marracuene 

Em fevereiro de 2012, iniciou-se a Comunidade Jesus Bom Mestre, em um apartamento  em Maputo. Diante das necessidades que foram surgindo na caminhada da nossa missão e formação em Moçambique, particularmente o crescimento do grupo das jovens em formação, foi necessário procurar um lugar mais apropriado para tais fins. 

No dia 29 de Novembro de 2014 foi encerrada a comunidade que residia no apartamento na Cidade de Maputo, passando a residir numa casa cedida pela Arquidiocese em Marracuene. 

Oficialmente esta comunidade foi constituída no dia 22/01/2015. A finalidade desta é ser uma comunidade formadora, acolhendo e acompanhando as jovens que desejam fazer uma experiência e caminhada de discernimento vocacional. 

Desde o início até o momento presente, além de dedicar-se à formação das vocacionadas e formandas, tanto as Irmãs como as jovens  trabalham nas diversas pastorais: a catequese de crianças e de adultos, Infância Missionária, Acólitos, coroinhas,  Legião de Maria, grupos de família chamados “núcleos” que se reúnem semanalmente para  aprofundar a Palavra de Deus, preparar a liturgia e outros eventos paroquiais; animam a Celebração da Palavra com a Eucaristia nas comunidades do interior; acompanham os catequistas, tanto na formação como nos retiros.

EnglishPortugueseSpanish