Nos Acompanhe !

A vida religiosa é um chamado de Deus a toda pessoa que deseja entregar-se totalmente ao serviço do Seu Reino. E uma das formas de ela se concretizar é com o ingresso em uma Congregação religiosa. 

Claro que, antes de escolher a Congregação religiosa, cada um de nós é escolhido por Deus, atraído de alguma forma e, por causa de um força que dificilmente se consegue explicar, começa-se o caminho vocacional.

Porém, como saber qual o lugar certo para responder ao chamado de Deus? De fato, são muitas as Congregações. Umas mais conhecidas que outras, maiores, menores, antigas, novas, mas todas inspiradas por Deus.

E agora? Seu coração está aquecido para responder ao chamado de Deus? Então, basta seguir estas dicas e você encontrará a resposta! Confira este post!

 

Vocação à uma Congregação religiosa

 

A Igreja se refere à vida religiosa da seguinte forma:

“Enquanto consagração de toda pessoa, a vida religiosa manifesta na Igreja a admirável união esponsal estabelecida por Deus, sinal da vida futura. Assim o religioso cumpre sua plena doação como um sacrifício oferecido a Deus, pelo qual toda a sua existência se converte num culto permanente oferecido a Deus na caridade”.

Logo, a vocação religiosa é um chamado específico, assim como o matrimônio e o sacerdócio; é uma maneira de transbordar o amor divino, por isso é muito pessoal, com descobertas e respostas individuais, a partir da experiência com o amor de Deus.

Portanto, ninguém decide a vocação do outro! Seria como escolher sua identidade, seu jeito de ser, e isso não é sadio, nem apropriado. Da mesma forma acontece na escolha da Congregação religiosa, que é um dos lugares onde acontece a vida consagrada.

E o que é uma Congregação religiosa? É um lugar do Espírito, gerado a partir de um carisma fundacional, que nasceu através de um fundador(a). Uma congregação é feita de membros que se identificam com o carisma e, através dos votos, se comprometem entre si, com a Igreja e com o povo de Deus a propagar o Evangelho. 

Ao longo da história da Igreja, foram inúmeras congregações que nasceram, cada uma com um jeito de ser, espiritualidade e apostolado próprios a fim de tornar Cristo amado e conhecido; elas servem a todos, no entanto, é destinada para algumas pessoas, por isso que descobrir em qual Congregação entrar faz parte da descoberta vocacional.

 

Formas de congregação religiosa

 

O Documento sobre vida consagrada nos diz que:

Ao longo dos séculos, nunca faltaram homens e mulheres que, dóceis ao chamamento do Pai e à moção do Espírito, escolheram este caminho de especial seguimento de Cristo, para se dedicarem a Ele de coração indiviso (cf. 1 Cor 7,34).”

Logo, surgiram várias formas de vida consagradas. Das mais antigas até as mais jovens, são: 

  • Vida monástica no Oriente e no Ocidente; 
  • A Ordem das virgens, os eremitas, as viúvas; 
  • Institutos inteiramente dedicados à contemplação; 
  • A vida religiosa apostólica; 
  • Os Institutos seculares; 
  • As Sociedades de Vida Apostólica e 
  • As novas expressões de vida consagrada.

Todas elas são dons do Espírito Santo para a Igreja. Mas vamos nos fixar na vida religiosa apostólica, que contempla diversas famílias, entre elas: os Cônegos regulares, as Ordens mendicantes, os Clérigos regulares e as Congregações religiosas masculinas e femininas, que, em geral, se dedicam a atividades apostólicas e missionárias de diversas formas.

Assim, a Congregação religiosa possui vida apostólica intensa, sustentada pelo carisma e espiritualidade da Congregação. Elas se destacam por diversos trabalhos e obras de caridade que se torna impossível de contar, mas que atrai um público específico. Logo, quem se identifica com uma congregação é porque deseja seu jeito de ser e viver. 

Como descobrir a congregação religiosa certa

 

Pronto, até aqui deu para perceber que a Congregação religiosa está unida à vocação pessoal. Já que você descobriu que sua vocação é a vida religiosa, então o próximo passo é saber onde é sua casa, ou melhor, quem é a sua família religiosa.

Observe esses conselhos: 

1. Procure conhecer

sobre as Congregações religiosas – Hoje há muito acesso a imagens, pesquisas, contatos, redes sociais. Então, faça sua busca, procure conhecer e tome notas daquelas que chamam sua atenção e o porquê.

 

2. Faça visitas sem compromisso!

já ouviu esse termo no mundo dos negócios? Uma vocação não se negocia, mas isso é apenas para dizer: não tenha medo de chegar perto, observar, tocar as realidades e, principalmente, conversar com as religiosas.

Normalmente, fica-se entre duas ou no máximo três Congregações religiosas – isso não é ruim, porque não se tem todas as respostas de uma vez. Então, entre aquelas que chamaram sua atenção, procure se aproximar e seja bem sincera sobre sua busca.

 

3. Faça a experiência comunitária

após um período de acompanhamento, diálogo, escuta, é importante a experiência com a comunidade, a Congregação é quem diz como ela acontece. Esses momentos são essenciais para discernir o lugar, porque com a convivência os sentimentos falam se foi bom ou não.

 

4. Conheça a vida apostólica da Congregação

São muitas as contribuições das religiosas para o povo de Deus. Elas lidam com educação, acolhimento de crianças, idosos, pessoas em recuperação, hospitais etc., e com qual dessas atividades você se identifica? Isso é fundamental.

 

5. Veja a vida dos membros da congregação religiosa

Cada congregação organiza sua vida de acordo com regras inspiradas pelo carisma. Mas o Evangelho é a primeira fonte de tudo, então observe se os membros inspiram o Evangelho também.

 

6. Por fim, conheça a vida do fundador e suas inspirações!

Há sempre uma palavra de Deus bem atual para cada um de nós através de suas vidas.

 

“Não tenhais medo, valeis mais que os pássaros”  (Mt 10,31)

 

Nenhuma experiência de Deus é em vão, porque se Ele cuida das aves do céu, como diz o Evangelho, o que não fará por nós seus filhos e filhas! Então, não tenha medo de tentar. Confie nas inspirações divinas, deixe que as pessoas mais experientes ajudem neste caminho.

 

Este material vai te ajudar muito: E-book – Discernimento vocacional – baixe agora 

Últimos adicionados

Pentecostes e o Carisma Palotino

Como a maternidade de Maria a tornou Rainha dos Apóstolos