7 motivos para rezar pela santificação dos sacerdotes

Entenda por que todo fiel católico deve rezar pelas vocações sacerdotais.

 

Provavelmente, algum padre já marcou sua vida, não é mesmo? Seja em uma homilia, confissão, direção espiritual, catequese, conversa amigável ou, simplesmente, pelo jeito piedoso de agir. Como nossos pastores, eles nos guiam rumo aos Céus. Mas, se estão mais próximos de Deus, por que devemos rezar pela santificação dos sacerdotes?

Na verdade, precisamos rezar por todas as vocações. Pensando nisso, a Igreja instituiu agosto como o “mês vocacional”. A cada domingo, se celebra um chamado específico.

Na 1ª semana, comemoramos as vocações dos ministros ordenados, ou seja, sacerdotes e diáconos. Nessa época, somos convidados a rezar de modo especial por esses caminhos de santificação, como nos orienta o Papa Francisco.

 

“Quero pedir-lhes que dirijam vosso olhar aos sacerdotes que trabalham em nossas comunidades. Nem todos são perfeitos, mas muitos se doam até o fim, oferecendo-se com humildade e alegria. Rezemos pelos sacerdotes para que, com a sobriedade e humildade de suas vidas, se empenhem numa solidariedade ativa”.

 

Nestes tempos cada vez mais confusos, também precisamos que essa vocação seja despertada nos jovens. Assim, poderemos ter autênticas vocações sacerdotais. Afinal, as pessoas têm sede de Deus e é por meio desses ministros que podem encontrá-Lo.

Além disso, no Evangelho de São Mateus, enquanto percorria as cidades, o próprio Cristo fez essa exortação aos discípulos. 

 

“Ao ver a multidão, teve compaixão dela, porque estava cansada e abatida como ovelhas sem pastor. Então, disse aos seus discípulos: ‘A colheita é grande, mas poucos os operários! Pedi, pois, ao Senhor da colheita que envie operários para a sua colheita’” (Mt 9, 35-38).

 

Essa vocação tem algumas características especiais, que nos revelam a importância de rezar pela santificação dos sacerdotes. Confira.

 

#1 São ministros da Igreja

 

Ao ser enviado pelo Pai, Jesus escolheu alguns homens para darem continuidade à Sua missão. Esses eram os “apóstolos”, palavra de origem grega que significa “enviados”. “E constituiu Doze, para que ficassem com ele, para enviá-los a pregar e terem autoridade para expulsar os demônios” (Mc 3, 14).

Após a ressurreição do Salvador, Ele reforçou esse envio. “Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-as a observar tudo quanto vos ordenei. E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mt 28, 19s).

Hoje, quem dá continuidade a essa missão são justamente os bispos, padres e diáconos. Com o sacramento da ordem, recebem a graça do Espírito Santo para se configurarem a Cristo. Assim, se colocam a serviço da Igreja e de todos os filhos de Deus.

“[O sacerdócio ministerial] é um dos meios pelos quais Cristo não cessa de construir e conduzir sua Igreja” (Catecismo da Igreja Católica – 1547).

 

#2 Possuem a missão de nos conceder os sacramentos

 

Para corresponder à responsabilidade de conduzir a Igreja, os sacerdotes recebem a missão de ministrar os sacramentos. São esses sinais da graça de Deus que nos abrem as portas dos Céus, alimentam a nossa fé, curam nossas feridas e nos aproximam do Pai.

Por exemplo, por meio do Batismo, nos tornamos filhos do Senhor. Com a Eucaristia, o sacrifício da Cruz é renovado, nos tornamos um só com Ele e fortalecemos nossa fé. Com a Confissão, temos os pecados perdoados e nos reconciliamos com o Mestre.

Assim, os sacerdotes são como “pontes” entre o povo e Deus.

 

#3 São diretores espirituais das almas

 

Assim como um pastor guia suas ovelhas para o local seguro do redil, os sacerdotes devem guiar as almas para o Céu. Para que possam orientá-las segundo a fé, precisam conhecer o rebanho e estar intimamente unidos a Cristo, o Bom Pastor. Isso só é possível por meio da oração.

 

#4 Estão sempre à frente de um povo

 

Os sacerdotes têm a missão de serem como velas, que se desgastam por amor no altar do Senhor, para iluminar o caminho dos demais. Por isso, vão sempre à frente, guiando os passos da Igreja na terra e nos mostrando como podemos seguir ao Mestre em cada tempo.

Por isso, devemos pedir que alcancem virtudes como a coragem, caridade e humildade.

 

#5 São homens como todos os outros – com um chamado especial

 

Os chamados a essa vocação são homens comuns, mas escolhidos por Deus para essa missão. No entanto, embora as fraquezas humanas não interfiram no fruto da graça dos sacramentos, podem prejudicar a fidelidade apostólica e, até mesmo, a evangelização.

Por isso, precisamos rezar pela santificação dos sacerdotes, para que se assemelhem, cada vez mais, a Cristo.

 

#6 Vários Santos já pediram que rezássemos sempre

 

Ao longo dos séculos, vários santos nos orientaram a rezar pela santificação dos sacerdotes. Santa Mônica, por exemplo, rezou por mais de 30 anos pela conversão de seu filho, Santo Agostinho. Depois, ele se tornaria Bispo.

Já Nossa Senhora, na aparição de La Salette, na França, alerta as crianças sobre o quanto os pecados das pessoas consagradas ferem Jesus. A mensagem reforça a necessidade de interceder pelas vocações. Afinal, a Igreja precisa de sacerdotes santos e fiéis.

 

#7 São os ‘filhos prediletos’ de Nossa Senhora

 

No Calvário, Jesus entregou São João à Virgem Maria. Embora nessa passagem represente toda a Igreja, por ser apóstolo, João era sacerdote. Logo, nesse momento, vemos que o discípulo que muito amou ao Senhor, também foi muito amado pela Mãe de Deus. 

Ao se consagrarem inteiramente a Cristo, os sacerdotes alegram a Imaculada. Por isso, devemos sempre contar com a intercessão da Rainha dos Apóstolos.

 

Vamos rezar pela santificação dos sacerdotes?

 

Precisamos rezar pela santificação dos sacerdotes. A Igreja necessita de homens santos, corajosos e justos. Devem estar dispostos a seguir a Cristo e a dar a vida pelas ovelhas.

Para isso, a Igreja também conta com as suas orações pelas vocações sacerdotais – tanto as que já afloraram, como as que ainda precisam desabrochar. Neste mês vocacional, reze pelos jovens vocacionados, pelo Papa, pelos bispos, padres e diáconos.

Comentar

Compartilhar

EnglishPortugueseSpanish