7 dicas para uma jovem católica crescer na vida de oração

 

Uma jovem católica só encontrará o lugar da sua felicidade, neste mundo, quando discernir sua vocação. No entanto, esse processo só é possível de acontecer se houver uma dedicação mais intensa na vida de oração.

Talvez você até se questione: Mas, afinal, por que a oração é tão importante para discernir minha vocação?

Deixemos que Santo Afonso de Ligório te responda, afinal ele dizia que “da oração depende tudo, todo o nosso bem. Da oração depende a nossa mudança de vida, o vencer das tentações; dela depende conseguirmos o amor de Deus, a perfeição, a perseverança e a salvação eterna”.

Agora que você já compreendeu a importância da oração na vida de uma jovem católica, vamos te dar 7 dicas para crescer na vida de oração.

 

1.    Cultive a amizade com Deus pela oração pessoal

 

A oração pessoal é o momento no qual nos reservamos em um ambiente, fechamos nossos olhos e dialogamos com o Senhor. Conversamos com Ele como quem conversa com seu amigo mais íntimo. Sim, afinal, ninguém te conhece melhor do que o próprio Deus!

O Senhor tem sede de que tenhamos sede do Seu amor. 

“A maravilha da oração revela-se precisamente, à beira dos poços aonde vamos buscar a nossa água: aí é que Cristo vem ao encontro de todo o ser humano; Ele antecipa-Se a procurar-nos e é Ele que nos pede de beber. Jesus tem sede, e o seu pedido brota das profundezas de Deus que nos deseja. A oração, sabemo-lo ou não, é o encontro da sede de Deus com a nossa” (Catecismo, 2560)

 

2. Procure crescer na intimidade com Nossa Senhora

Santo André Corsino dizia que ⁠“a menor oração à Mãe de Deus não fica sem resposta”.

Nossa Senhora é aquela nos foi dada por Mãe pelo seu próprio Filho, Jesus Cristo, quando na Cruz disse ao apóstolo João, “eis aí tua mãe!”. Ele nos deu Maria por nossa mãe, pois sabia o quanto necessitamos da sua ajuda, da sua intercessão.

Como fez com Jesus, Maria nos aponta para o próprio Deus, ela nos toma pela mão e nos conduz pelos caminhos que o Senhor tem para nós. Por isso, busque diariamente o seu auxílio por meio da oração do Rosário, da consagração, de novenas, etc.

 

3.    Alimente a devoção aos santos, jovem católica! 

“Passarei meu céu fazendo o bem na terra”, essas são palavras de Santa Teresinha do Menino Jesus, uma das santas mais queridas entre as jovens católicas.

São Domigos de Gusmão, disse no seu leito de morte: “Não choreis! Ser-vos-ei mais útil após a minha morte e ajudar-vos-ei mais eficazmente do que durante a minha vida”.

O Catecismo da Igreja nos ensina que os santos, “estando mais intimamente unidos com Cristo, consolidam mais firmemente a Igreja na santidade […]. Eles não cessam de interceder a nosso favor, diante do Pai, apresentando os méritos que na terra alcançaram, graças ao Mediador único entre Deus e os homens, Jesus Cristo […]. A nossa fraqueza é assim grandemente ajudada pela sua solicitude fraterna” (Catecismo, 956).

 

4.    Busque a vida sacramental

 

A vida sacramental é indispensável para uma jovem católica crescer na intimidade com Deus. Isso porque os sacramentos são sinais sensíveis e eficazes da graça divina em nosso meio.

Os sacramentos foram instituídos por Jesus e confiados à Igreja. É por meio deles que nos é concedida a vida divina. “Eles dão fruto naqueles que os recebem com as disposições requeridas” (Catecismo 1131).

 

5.    Jovem católica, seja assídua na vida comunitária

 

Em Deus todos somos irmãos, e a Igreja é comunidade de vida.  

“Oh, como é bom, como é agradável para irmãos unidos viverem juntos. É como um óleo suave derramado sobre a fronte, e que desce para a barba, a barba de Aarão, para correr em seguida até a orla de seu manto. É como o orvalho do Hermon, que desce pela colina de Sião; pois ali derrama o Senhor a vida e uma bênção eterna” (Salmo 102).

Num mundo marcado pelo individualismo, somos chamados à comunhão de vida. Afinal, como batizados, somos membros do Corpo de Cristo, que é a Igreja, ou seja, formamos um só corpo. Por isso devemos estar bem unido, afinal, cada membro do corpo tem sua função em prol do todo (cf. 1Coríntios 12,12-30).

Além disso, Jesus nos deixou a promessa: “onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estou no meio deles” (Mateus 18,20).

 

6.    Aprofunde o estudo da fé

 

Só amamos aquilo que conhecemos, portanto é imprescindível para a jovem católica que deseja crescer na vida de oração buscar o conhecimento.

Por isso, dedique algumas horas do dia ou reserve um momento da semana para se dedicar à leituras sobre a doutrina da Igreja e a espiritualidade.

Contudo, você não precisa se prender apenas aos livros. É possível encontrar conteúdos muito bons em sites e blogs católicos. Além disso, no site do Vaticano você vai encontrar  documentos, encíclicas e cartas apostólicas dos papas, conteúdos muito ricos em doutrina e espiritualidade.

 

7.    Leia biografias e escritos dos santos e santas da Igreja 

 

O testemunho de pessoas que viveram santamente pode ter um efeito enriquecedor sobre nós. Os desafios que enfrentaram, as graças que alcançaram, tudo isso pode fortalecer nossa espiritualidade e nos motivar a também buscar a santidade, a também realizar a vontade de Deus para a nossa vida. Por isso, na sua lista de leituras, inclua a biografia dos santos e seus escritos.

 

Para finalizar, nos lembremos do que dizia São Gregório Magno: “a oração é a guarda da pureza”. Por isso, uma jovem católica que se importa em seguir o caminho de Deus e que busca discernir sua vocação deve ter constância na oração.

 

Esse conteúdo fez a diferença para você? Então, compartilhe com suas amigas que, como você, desejam estar mais perto de Deus!

Comentar

Compartilhar

EnglishPortugueseSpanish