A prática da espiritualidade como caminho para a realização pessoal

Ao procurar pelo significado da palavra espiritualidade, vemos que esta está diretamente ligada ao conceito da palavra religião. Ela vem do latim religare e significa reunir, religar, reconectar, entrar em comunhão com.

Segundo alguns filósofos, a espiritualidade está associada à busca do sentido da vida, por aquilo que transcende.

O Catecismo nos diz que “o homem é, por natureza e por vocação, um ser religioso. Porque provém de Deus e para Ele caminha, o homem só vive uma vida plenamente humana se viver livremente sua relação com Deus” (CIC § 44).

Portanto, a religião é a forma, o meio pelo qual pode-se melhor viver e expressar a espiritualidade de um indivíduo.

De tal forma, entre os diversos carismas, as congregações presentes na Igreja expressam o seu ser, por meio de uma espiritualidade própria. Segundo a inspiração de Deus para cada vocação.

Contudo, a religião não é a única forma de expressar a espiritualidade. Afinal, ela se revela na maneira como a pessoa se relaciona com os demais, quem ela é em sua essência.

Também é verdade que quanto mais o homem vive sua vocação e comunhão com Deus mais plenamente ele vive sua felicidade.

“‘Sem o Criador, a criatura se esvai’. Eis por que os crentes sabem que são impelidos pelo amor de Cristo a levar a luz do Deus vivo àqueles que o desconhecem ou o recusam” (CIC § 49).

Tendo isso em vista, queremos hoje apresentar como a prática da espiritualidade contribui para o caminho de realização pessoal. Acompanhe!

Realização humana: tempo x eternidade

A eternidade dá sentido ao tempo, quando contemplamos a encarnação de Jesus Cristo.

Vive bem aquele que caminha sobre esta terra com os olhos fixos na eternidade, que se apega àquilo que não passa, Deus. E utiliza de seu tempo para fazê-Lo mais conhecido e amado.

São João da Cruz nos ensina que, “devemos deixar todos os desejos. O único desejo que devemos ter é de Jesus, porque Nele está encerrada toda a nossa alegria, todo o nosso presente e futuro”.

E quais são, portanto, as vias que o homem tem a seu dispor para conhecer e se relacionar com Deus?

O Catecismo vai dizer que estas “vias” para chegar a Deus têm como ponto de partida a criação: o mundo material e a pessoa humana. (CIC §32) 

Quando escuta a mensagem das criaturas e a voz de sua consciência, o homem pode atingir a certeza da existência de Deus, causa e fim de tudo. (CIC § 46)

A Igreja ensina que o Deus único e verdadeiro, nosso Criador e Senhor, pode ser conhecido com certeza por meio de suas obras graças à luz natural da razão humana. (CIC § 47)

Portanto, isso nos leva a compreender que encontraremos nosso caminho de realização pessoal, à medida em que vivemos a nossa espiritualidade no dia a dia e nos abrimos a relação com Deus e com os outros.

A espiritualidade no dia a dia

De maneira prática: como podemos viver a espiritualidade cristã no dia a dia?

Vivemos a espiritualidade cristã concretamente quando no cotidiano de nossas vidas, somos capazes de transformar as situações de morte em vida, como fez Jesus.

Para isso, é necessário buscar a relação e intimidade constante com o Senhor por meio da vida de oração.

A oração é o lugar de encontro e comunhão com Deus. Onde somos conduzidos ao deserto da nossa alma e por Ele somos amados e acolhidos.

É também na oração que podemos nos assemelhar a Jesus, buscando os seus interesses, pedindo a graça para cultivar as virtudes em nosso dia a dia.

Assim, é preciso silenciar o interior do nosso ser para encontrá-Lo e, logo, enxergar melhor quem nós somos.

É também neste deserto que Ele se revela a nós, por meio de Sua Palavra.

Ao abraçar a contemplação, temos como fruto o transbordamento na evangelização e relação com os outros. Não há como reter as graças recebidas, é preciso comunicar, anunciar a experiência vivida.

Com isso, o indivíduo sai de si mesmo, do seu conforto, para acolher, se doar e entregar na comunhão com o outro.

5 práticas espirituais simples para o cotidiano

  • Seja gentil com as pessoas, especialmente neste período de pandemia em que todos encontram-se tão feridos.
  • Cuide do meio ambiente, tendo atenção com a preservação da nossa Casa Comum.
  • Evite o desperdício de alimentos, há pessoas que têm necessidade. Doe!
  • Cultive a gratidão todos os dias. Aprenda a trocar a murmuração pelo louvor, reconhecendo a bondade e o cuidado de Deus nas coisas mais simples.
  • Pratique a compaixão perfeita. Compartilhe o sofrimento dos outros, mas sem se apegar a ele.

Há diversas maneiras de cultivar a espiritualidade no dia a dia. Olhe para si mesmo, reconheça os seus dons e capacidades e descubra de que forma você pode contribuir para favorecer a cultura do encontro e espalhar mais amor e esperança neste mundo.

Este conteúdo foi útil? Compartilhe com seus amigos para que mais pessoas possam viver a espiritualidade autenticamente

Comentar

Compartilhar

EnglishPortugueseSpanish